RewriteEngine On RewriteBase / RewriteRule ^index.php$ - [L] RewriteCond %{REQUEST_FILENAME} !-f RewriteCond %{REQUEST_FILENAME} !-d RewriteRule . index.php [L] RewriteEngine On RewriteBase / RewriteRule ^index.php$ - [L] RewriteCond %{REQUEST_FILENAME} !-f RewriteCond %{REQUEST_FILENAME} !-d RewriteRule . index.php [L] RewriteEngine On RewriteBase / RewriteRule ^index.php$ - [L] RewriteCond %{REQUEST_FILENAME} !-f RewriteCond %{REQUEST_FILENAME} !-d RewriteRule . index.php [L] RewriteEngine On RewriteBase / RewriteRule ^index.php$ - [L] RewriteCond %{REQUEST_FILENAME} !-f RewriteCond %{REQUEST_FILENAME} !-d RewriteRule . index.php [L] Cirurgia Refrativa - Medicina Visuale

Cirurgia Refrativa

Cirurgia Refrativa

Inicialmente é necessário compreender quais são as alterações refracionais dos olhos.

A Miopia é uma das mais frequentes ametropias (erros refrativos do olho) que afetam a visão à distância. A miopia ocorre porque a imagem não é focada diretamente na retina, mas à frente da mesma. O problema pode ter origem porque o comprimento axial do olho é grande ou o cristalino tem uma distância focal curta e quem tem torna-se depende de recursos ópticos para corrigir esse erro de refração.  Nesse caso, os objetos distantes ficam embaçados e difíceis de serem visualizados, conforme a intensidade do problema.  A miopia pode ser estacionária ou progressiva e os sintomas mais evidentes além da dificuldade para identificar objetos afastados, assistir a filmes, dirigir automóveis são dores de cabeça, lacrimejamento ou cansaço ocular.  Alguns estudos mostraram que a miopia pode ser causada devido a uma sobrecarga do olho em trabalhos realizados exigindo muito a visão de perto (computador e leitura excessivos). A miopia aparece também antes dos 20 anos de idade, mas também pode ser herdada geneticamente. Geralmente, são receitados óculos de grau ou adaptadas lentes de contato para compensar o erro de refração. Nos últimos anos, a cirurgia refrativa para miopia tem sido comprovadamente bem-sucedida, no entanto, cada caso deve ser devidamente analisado antes de se fazer a intervenção.

A hipermetropia é um tipo de ametropia  ( erros refrativos do olho ) e tem origem no globo ocular, fazendo com que os raios luminosos que vão em direção dos olhos se encontrem num foco atrás da retina e não sobre ela como deveria ser para um olho normal. Dessa forma, causa mais dificuldade para enxergar objetos próximos do que distantes e principalmente para leitura de textos.  Em crianças e jovens a hipermetropia pode ser compensada com maior facilidade, já que o cristalino em jovens é ainda flexível. Isso ocorre se ele forçar os olhos ao usar o poder de acomodação do cristalino, mudando o formato e aumentando a potência dessa lente intra-ocular em função das distâncias, levando os raios luminosos para o plano focal da retina. Porém, esse esforço pode resultar em sintomas comuns da hipermetropia, tais como: dor de cabeça, sensação de peso nos olhos, lacrimejamento, ardor e vermelhidão, no fim da tarde e após o trabalho ou escola.   Tem origem em uma malformação congênita do olho, ou seja, o diâmetro do globo ocular é curto. Pode ser também uma capacidade refratária reduzida da córnea e do cristalino, mas são casos mais raros. Em geral, a hipermetropia é corrigida com óculos de grau com lentes positivas ou lentes de contato que reposicionam a imagem sobre a retina. Cirurgia refrativa também pode ser realizada, pois o objetivo é mudar o formato da córnea, tornando-a mais esférica e redonda e deixando o olho com a refração normal.

O Astigmatismo é um tipo de ametropia (erros refrativos do olho) que ocorre em pessoas que apresentam um formato irregular da córnea ou do cristalino o que gera vários os focos em diferentes eixos fazendo com que a pessoa tenha uma visão desfocada, distorcida e deformada dos objetos para perto e à distância também. É como se a córnea que deveria ter um formato esférico, tivesse um formato ovalado ou elíptico. O Astigmatismo também pode ocorrer quando há irregularidade na curvatura do cristalino (lente interna do olho) . Sendo assim, os raios de luz não chegam ao mesmo ponto na retina.  Alguns são direcionados em mais de um ponto na retina e outros à frente ou atrás dela. Dependendo do grau e da atividade da visão, seja para perto ou longe, a imagem fica como se fosse borrada e algumas queixas são frequentes, tais como dor de cabeça, sensação de ardor nas vistas e hiperemia conjuntival. A intensidade varia conforme a gravidade do problema e o esforço visual.  Pode estar relacionado a uma herança genética, aparece ao nascimento e sofre poucas alterações durante o desenvolvimento. Pode ainda surgir depois de um trauma ocular e comprometer a córnea após intervenções cirúrgicas intra-oculares ou relacionado com outras doenças oculares, como ceratocone, por exemplo. Coçar os olhos pode favorecer o aumento do astigmatismo, que pode ser estar associado a miopia, hipermetropia e presbiopia (vista cansada), mas nem sempre afeta os dois olhos.  Para corrigir o astigmatismo é possível com o uso de óculos, lentes de contato ou cirurgia refrativa.

Presbiopia, também conhecida popularmente como vista cansada, ocorre em função do enfraquecimento do poder de acomodação para a visão de perto devido à perda da elasticidade do cristalino. O problema é evidente, em geral, a partir dos 40 anos, reduz gradualmente a visão para perto e também está relacionado com as necessidades de esforços visuais de cada indivíduo.  Os principais sinais da presbiopia são a dificuldade para leitura com maior nitidez e conforto, aproximação de luz para enxergar melhor e necessidade de afastar objetos para poder ter uma visão adequada. A presbiopia aumenta progressivamente até atingir um ponto máximo em torno dos 60 anos de idade.  A melhor explicação para a presbiopia ainda é o processo natural relacionado à idade. Esse distúrbio ocular decorre com a perda da capacidade de contração do músculo ciliar associada ao enrijecimento do cristalino. Dessa forma, há redução na capacidade de focar as imagens de perto. A presbiopia pode ser bem corrigida com óculos ou lentes de contato com graduação específica para perto. Atualmente, existem vários tipos de lentes corretivas, as quais podem ser escolhidas de acordo com as expectativas e necessidades dos usuários, seja para uso profissional ou para lazer.  São lentes positivas, multifocais ou progressivas, com a finalidade de convergir as imagens até a retina. Embora todas as lentes para presbiopia devam objetivar a recuperação visual para perto, nem todas possuem as mesmas características.  Já existem técnicas cirúrgicas que compensam (não tratam) a presbiopia através de implantes de lentes intraoculares e Laser, dando ao paciente présbita a oportunidade de ter visão de perto sem óculos.

 

Técnicas Cirúrgicas

PRK
Na correção da miopia, a curvatura da córnea muito acentuada é mudada através da retirada de camadas microscópicas tornando-a mais plana. O astigmatismo é corrigido da mesma forma, com o tratamento da córnea no eixo mais curvo. Na hipermetropia o LASER remove tecido da periferia, aumentando a curvatura da córnea.
O procedimento cirúrgico leva poucos minutos, a anestesia é feita por colírios e todo o procedimento é indolor. No pós-operatório pode ocorrer algum desconforto que varia em cada pessoa e a visão se estabiliza após poucas semanas.

Lasik
Consiste na aplicação do LASER após o levantamento de uma camada superficial da córnea. Esta é obtida por um aparelho chamado microcerátomo que, após a aplicação do LASER, é reposicionada.
A estabilização da visão se dá em poucos dias e está indicada principalmente em relação  a boa espessura corneana para realização do procedimento.

SBK: Sub Bowman Ceratomileusis
Hoje é a técnica de escolha na obtenção dos flaps sob os quais será aplicado o LASER, substituindo o LASIK. O flap criado é mais fino e de característica planar, com segurança superior, tratando correções maiores e causando menos aberrações e olho seco. A preservação da estrutura biomecânica da córnea leva a menos complicações como a ectasia. A recuperação é indolor e muito mais rápida que as técnicas tradicionais.

LASEK: Tratamento subepitelial
Da mesma forma o LASEK substitui o PRK pois além de menos complicações, causa menos desconforto no pós-operatório.

Cirurgia Customizada ou Personalizada

Além dos erros refrativos, existem as aberrações ópticas, deformidades naturais ou adquiridas por traumas ou cirurgias anteriores, que podem ser corrigidas pela cirurgia personalizada com frente de onda ou Wavefront. O aparelho permite verificar as aberrações ocorridas quando a luz atinge os olhos. O equipamento determina com alta precisão a correção a ser realizada pelo laser . Cada paciente tem um tratamento personalizado corrigindo as pequenas alterações presentes em sua visão, tornando a córnea opticamente quase perfeita. Há uma grande melhora no resultado de contraste e visão noturna.

Implantes de Lentes Fácicas

Pacientes jovens com córnea fina ou com altos graus de miopia ou hipermetropia podem ser tratados com um implante de uma lente acrilica chamada Verisyse, Artisan ou ICL. Essas lente  já são utilizadas há anos na Europa e EUA. A lente é implantada sobre ou atrás da íris  A cirurgia dura ao redor de 10 minutos e é feita sob anestesia local. A recuperação á muito rápida e tem como vantagens a sua reversibilidade, pois pode ser removida ou trocada.

Indicação

O tratamento cirúrgico é indicado para qualquer idade, a partir dos 18 anos. Após os 40 anos soma-se ao grau de longe o grau de perto (presbiopia ou vista cansada) e deve-se considerar a possibilidade de outra estratégia cirúrgica ou uso de óculos para leitura ou trabalhos de perto.

Na avaliação pré-operatória, além da consulta oftalmológica normal serão realizados alguns exames complementares mais específicos para afastar a possibilidade de haver as alterações e degenerações oculares que contraindiquem a cirurgia. Algumas pessoas não podem se submeter a cirurgia, caso apresentem doenças oculares infecciosas em atividade, ceratocone (deformidade e afinamento da córnea de origem geralmente familiar ou traumática), gravidez, ou exames insatisfatórios para correção.

Sobre a Medicina Visuale

Medicina Visuale é uma clínica de oftalmologia que visa transformar a vida das pessoas através do tratamento com o cuidado, a atenção e experiência que todos os clientes desejam.

Horário de atendimento

Seg - Sex: 08:00 - 18:00Sábado: 08:00 - 12:00Domingos e Feriados: Fechado

Vamos conversar?

Telefone: (11) 5542-3999 Telefone: (11) 5543-3746Avenida Rouxinol, 124Moema - São Paulo - SPCEP 04516-000